domingo, julho 20, 2008

Desculpe, mas hoje vou falar...

Esse será o primeiro post de uma série que irei falar, comentar ou desabafar...
Estava indecisa se traria ou não, assuntos não relacionados ao scrap para o blog. Mas, quem sabe o tema não vire um LO, assim posso mostrar para meu filho não somente os momentos que passamos juntos, passeios, festinhas, etc... Posso mostrar tb, estórias para ele se tornar uma pessoa do bem, respeitar as pessoas, ser educado e tb gentil!
Estou pensando em como escrever sem parecer agressiva ou ser mal interpretada... É difícil! Mas, tb é difícil, passar por certas ocasiões e fingir que não aconteceu nada ou apenas, fechar os olhos...
Então, desculpe mas, hj vou falar...
Tinham várias crianças brincando, meu filho se aproximou para brincar junto! Mas, para minha surpresa, as crianças deram as costas para ele e ele ficou falando sozinho... Ele, foi atrás "persistindo" em brincar junto mas, toda vez as crianças saiam e deixavam ele sozinho.
Fui buscá-lo, porque esse tipo de "desprezo" me machuca muito, e eu não quero que ele aja dessa maneira.
Talvez ele não entenda essa situação... Mas, eu vi a tristeza no olhar dele e a vontade de se entrosar... Como mãe, é uma cena de cortar o coração.
Por isso, mesmo ele sendo pequeno quero passar os valores, que hj em dia parecem que estão ultrapassados! Respeito, educação, amor, cordialidade, união, amizade...
Acho que o mundo já está bem violento e não precisamos dessa hostilidade no nosso dia-a-dia não é mesmo?
Pense nisso!

5 comentários:

Marcia Silva disse...

Nossa Marcia!!!
Isto e ridiculo principalmente partindo de criancas, elas nao tem nada de preconceito, sao tao puras. Sinceramente nao entendi essa reacao partindo de criancas.
Depois quero ler mais sobre o que causa essa reacao em criancas Japonesas. Isto eh o que os pais passam para eles desde de muito pequenos?

Imagino como vc teva ter se sentido, eu realmente nao aguentaria calada, ate porque qualquer coisa que magoe meu filho me magoe tambem em triplo.

E vc esta certissima em querer em ensinar para seu filho que respeitar as pessoas independente quem sao.

Beijocas para vc e para Ian.
Diga que a tia o ama mesmo sem o conhecer pessoalmente.

Sandra Shimizu disse...

Ol� M�rcia!
Os valores que os pais passam p os pequenos na inf�ncia a gente leva p a vida toda e vc est� certa em preocupar-se com isso. Mas muitas vezes � complicado.
Enfim, estou eu zapiando na net e acabei aqui no seu blog e adorei conhecer os seus trabalhos.
Como est� o scrapbooking no Jap�o???
bjins
San

Josy disse...

Oi Márcia!

já passei por situação parecida com a Rute... E é muito ruim mesmo, dá vontade de pegar os pais e dar uma boa lição de moral. Mas é isso mesmo, permaneça firme nos seus conceitos e passe-os ao seu filho...

[]'s
Josy

Karen Christianne disse...

Não é brinquedo não..rsss...
O mundo tá dificil mesmo... e somos nós que temos que cuidar e educar nossos filhos para serem pessoas melhores...
Bjo grande!!!

Cris Lopes disse...

Marcinha, passo por isso quase sempre. E é muito triste. Meu coração aperta, tenho vontade de correr, acudi-lo, afastá-lo dos predadores... fugir! É muito triste mesmo! E nem posso dizer que sei o que podemos fazer, pois não sei!
Bjs